Alimentos Afrodisíacos

A palavra afrodisíaco vem de Afrodite, a deusa do amor, da beleza e possuidora de um forte poder sedutor. Na realidade, não existe nenhuma comprovação científica a respeito desta teoria. O que se sabe é que alguns alimentos possuem nutrientes que auxiliam no bom desempenho sexual ou que, devido ao seu aroma, podem despertar o poder da imaginação.

Frutos do mar: principalmente as ostras, que são ricas em zinco, mineral que contribui para a formação de testosterona, hormônio masculino.

Chocolate: possui propriedades estimulantes, liberando endorfina, que propicia uma sensação de bem estar.

Anis: O anis tem compostos estrogênicos (hormônios femininos) que são conhecidos por induzirem efeitos similares aos da testosterona, o hormônio masculino, ou seja, aguçam a vontade de fazer sexo.

Amendoim: por ser rico em vitamina B3, contribui para vasodilatação sanguínea, aumentando a libido.

Pimenta, pimentões, curry e outros alimentos picantes: foram vistos como afrodisíacos porque seus efeitos fisiológicos – freqüência cardíaca elevada e sudorese – são similares às reações físicas experimentadas durante o sexo.

Outros alimentos como catuaba, cacau e ginseng possuem uma substância chamada feniletilamina que é responsável pela sensação de prazer.

Castanha do Brasil: alimento rico em selênio, mineral que tem papel na qualidade do esperma e fertilidade em homens.

Alguns alimentos devem ser evitados para que não estraguem esse momento especial. Frituras, doces, carnes gordas, bebidas alccólicas, dificultam a circulação sanguínea e a digestão.

O mais importante para que um prato se torne afrodisíaco é que tenha uma boa aparência, aroma fascinante e sabor agradável, estimulando os cinco sentidos para que a sua imaginação crie um clima todo especial.

Deixe uma resposta